Como Amamentar

O leite materno é o melhor alimento para o bebê.É mais nutritivo e saudável, pois sua composição química contém substâncias que não existem em nenhum outro leite.Tem característica imunológicas e sua digestão é fácil e rápida.

Quando a mãe oferece o peito ao bebê, está criando um vínculo emocional e psicológico entre ela e seu filho.

Orientações Gerais

Para começar, escolha um lugar bem tranqüilo, procure estar só ou com companhias muito íntimas.Desligue a TV, não atenda telefone, dê a você mesma o direito de usufruir este momento com o seu bebê. Se possível coloque uma música suave. Se estiver muito tensa, respire por alguns momentos lenta e profundamente. De preferência, sente-se em uma cadeira ou poltrona com braços de apoio. Não esqueça de lavar as mãos. As mamas devem ser lavadas somente durante o banho e é recomendável, antes e depois da amamentação, passar o próprio leite nos mamilos para facilitar o processo de cicatrização no caso de fissura.

O bebê deverá abocanhar o bico e a maior parte da aréola.depois de abocanhar o seio, os lábios do bebê devem estar virados para fora. A duração da mamada é variável de um bebê para outro.Se não houver desconforto, deixe o bebê estabelecer esse ritmo.Com o tempo, você saberá quando o seu bebê está satisfeito.

Ao perceber que o bebê está “chupetando” (realizando uma sucção ineficiente) ou que já é hora de trocar de peito, coloque a ponta do dedo mínimo no canto da boca do bebê para desfazer a pressão e soltar o peito sem machucar. Depois de terminar a amamentação é recomendável fazer o bebê arrotar. Para isso, coloque-o em pé com a cabeça apoiada no colo ou no ombro por aproximadamente dez minutos. Mesmo que o bebê arrote, é mais seguro deitá-lo de lado no berço.

Atenção: Vale a pena lembrar que o volume de leite produzido é proporcional ao estímulo de sucção do bebê.

Cuidados gerais durante a amamentação

  • Beba bastante água e adote uma alimentação balanceada;
  • Evite fumar;
  • Faça higiene das mamas no banho com sabonete neutro;
  • Lave as mãos antes de amamentar;
  • Faça banho de sol nos mamilos, diariamente;
  • Em caso de feridas e rachaduras, não interrompa a amamentação. Fale com o seu médico.

Curta bastante esse momento a dois!!!

Na volta ao trabalho...

Lembre-se que o bebê estará bem se você estiver bem.Para reforçar este sentimento, nada melhor do que estar bem informada.Antes de voltar ao trabalho inicie o estímulo das mamas e o armazenamento do leite. Durante o período de trabalho, retire o leite nos horários em que o bebê normalmente mamaria.Este leite pode ser armazenado por até 24 horas no refrigerador, e por até 15 dias no congelador ou freezer.

Tipos de Mamilo

Os mamilos são facilitadores no processo da mamada.Quanto mais salientes forem, mais fácil será o processo do aleitamento. Contudo, o tipo de bico não é um obstáculo intransponível para a amamentação. É necessário haver estímulo, paciência e determinação até que você e o bebê estejam adaptados a essa nova situação.Lembre-se: o seu mamilo é próprio para o seu bebê.

Segue abaixo os diferentes tipos de mamilo e os cuidados pertinentes:

Mamilo Protuso

· Saliente
· Mais de 90% da população possui este tipo de mamilo.

Cuidados: exercícios de rotação – com o dedo indicador e o médio, realize movimento de rotação de um lado para o outro, tracionando levemente para fora. Use concha para os seios.Deixe-os arejados.

Mamilo Curto

· Pouco saliente, pode apresentar-se elástico ou pouco elástico.

Cuidados: Exercícios de rotação. Use concha para seios.

Mamilo Plano

· Está incorporado à região areolar.

Cuidado: Exercícios de rotação mais freqüentes. Use conchas para seios.

Mamilo Pseudo-invertido

· Apresenta-se contrário ao protuso, respondendo ao estímulo de forma variável de acordo com aelasticidade.

Cuidados: Exercícios de rotação/conchas para os seios e maiores orientações com seu médico.

Mamilo Invertido

· Apresenta-se contrário ao protuso; nunca responde ao estímulo, precisa de acompanhamento mais perto de seu médico.

Cuidados: Nunca use o bico de silicone sem antes avaliar a mamada.

Lembre-se: O processo de amamentação deve ser prazeroso e não dolorido. A dor indica uma inadequação no processo que deve ser revista com o médico.

Desmame

É a etapa em que você começa a dar outros alimentos para o seu bebê. Este processo deve ser gradativo. Peça orientação ao pediatra.

“ Eu nunca pensei que a união com o meu filho, que veio com o ato de amamentar fosse uma coisa tão gostosa”

Mônica Waldvogel, jornalista



© Copyright 2009 Maternidade Amparo - Todos os Direitos Reservados.
Av T-12 nº 280 Setor Bueno, CEP: 74.223-080, Goiânia - Goiás - Fone: (62) 3281 - 6006

Desenvolvido por